Super Coat

Cobrideira de chocolate

Detalhes

A importância da cobertura de chocolate

O uso do banho de chocolate como forma de decoração e/ou enfatização de sabor é de vital importância na indústria de alimentos.

Biscoitos, bolos, bombons, bombas, mini doces recheados e até salgados utilizam com sucesso os recursos do banho de chocolate para incrementar a qualidade e apresentação do produto final.

Com esses recursos é possível cobrir produtos de várias maneiras:

  • Somente metade do comprimento, como biscoitos tubulares ou wafers meio cobertos.
  • Somente a parte inferior, como suspiros com base achocolatada.
  • Somente a parte superior, como bombas com topping de chocolate.
  • Por todos os lados de bombons com recheios diversos e pingos de caramelo, por exemplo.
  • Fios desenhados, com chocolates de cores diferentes, para efeito decorativo.
  • Com adição de granulados sólidos no topo da cobertura ou ao redor de toda ela.

A criatividade neste setor fez com que criássemos diversos acessórios para cada tipo de cobertura ou decoração desejada, para produtos pequenos e grandes, como:

  • Bolos e tortas com cobertura e decoração.
  • Tabletes recheados de formatos variados, com ou sem aplicação de desenhos.
  • Doces diversos (inclusive com recheios), com cobertura modelada em sua parte superior.
  • Frutas recobertas e demais criações da confeitaria.

 

O equipamento para cobertura

A grande diferença na qualidade dos equipamentos para cobertura de chocolate  é o uso de três esteiras independentes para efetuar o processo. Equipamentos que usam uma única esteira não proporcionam resultados efetivos na cobertura de produtos.


A máquina SUPER COAT
é dotada de três esteiras, com as seguintes funções:

1. Esteira para colocação do produto na máquina, com velocidade regulável.

2. Esteira para banho, com velocidade regulável e vibrador para acelerar gotejamento + soprador de ar frio para acelerar secagem.

3. Esteira para extração, com velocidade regulável e possibilidade de utilização de papel não aderente embaixo dos produtos.


Este equipamento pode ser acoplado à CHOCOMACHINE completa, que mantém o chocolate rigorosamente temperado em circulação ou à CHOCOMACHINE derretedeira, que apenas mantém o chocolate que não necessita de têmpera (hidrogenado) em circulação.
 

1. Único equipamento dotado de 3 esteiras totalmente independentes.

2. Único equipamento preparado para cobertura de chocolate temperável e chocolate não temperável.

3. Único equipamento com controle eletrônico de vibração e velocidades de esteiras. Não há dispositivos mecânicos imprecisos, nem vibradores que parecem martelos. 

4. Esteiras amplas possibilitam maior quantidade de produtos pequenos ou produtos de dimensões maiores.

5. Soprador de ar distante da esteira, facilita limpeza e manutenção.

6. Acessórios para dosagem de granulados, banho na parte inferior dos produtos, decorador com fios de chocolate, entre outros.

7. Possibilidade de desenvolvimento de dispositivos especiais de acordo com as necessidades de cada produto a ser coberto.

8. Suporte móvel totalmente independente da esteira, facilita limpeza, manuseio e armazenamento do equipamento quando não estiver em uso.

9. Sistema de segurança que desconecta o equipamento em caso de erro no manuseio ou evento acidental.

10. Manutenção simples, componentes comerciais e construção modular.

11. Gabinete robusto em aço inoxidável, suporta trabalho profissional contínuo e de longo período.

0
Detalhes Técnicos
Consumo de energia elétrica 270 W ou 0,27 kW
Instalação Elétrica 220 V, monofásico ou bifásico 50/60 Hz
Dimensões
Dimensões do equipamento 1215 mm x 1315 mm x 600 mm
Peso
Peso líquido 45 Kg

Modos de cobertura: apenas superior, apenas inferior ou superior e inferior juntos.
3 Esteiras independentes com velocidade fixas.
Possível adicionar papel manteiga na esteira de extração.
Soprador de ar para acelerar a secagem.
Articulável para facilitar o armazenamento.

Produção varia de acordo com o produto a ser coberto. Ex.: um pão de mel com diâmetro aproximado de 50 mm. É possível adicionar 3 pães de mel em paralelo com espaço de 10 mm entre as fileiras. Com esses dados conseguimos uma produção de 135 pães de mel por minuto, ou 8.100 pães de mel por hora. 


Preferencialmente, a SUPER COAT deve montada nas seguintes versões de CHOCOMACHINE da Finamac:

1. Chocomachine completa, com têmpera. Esta máquina tem todos os recursos para produção de qualquer tipo de cobertura, com têmpera (aquecimento e refrigeração), bombeamento, dosagem, mesa vibratória e demais funcionalidades.

2. Chocomachine simplificada, para chocolate hidrogenado. Esta versão apenas derrete o chocolate e efetua o bombeamento para alimentar a cobrideira.


A saída dos produtos da SUPER COAT pode ser acoplada com facilidade a túneis de resfriamento de chocolates, muito comuns em indústrias do ramo, bem como a outros equipamentos para tratamento posterior ao cobrimento.

Temperar o chocolate, afinal pra que serve?

Como chocolate é um produto que “comemos pelos olhos”, a sua apresentação deve ser impecável. E para que essa perfeição se torne algo padrão, é indispensável usar de algumas técnicas para garantir que seu produto final conquiste os olhos e o paladar dos clientes.

Uma das principais técnicas utilizadas na fabricação de bombons, trufas, ovos de páscoa e os demais tipos de produtos é um processo denominado Temperagem.

Esta técnica é aplicada nos chocolates nobres e é fundamental para se adquirir as características mais desejáveis para esse tipo de produto, que são: brilho, resistência ao derretimento, facilidade em desenformar, ausência de manchas esbranquiçadas, melhor conservação das características por mais tempo.



Mas afinal, o que significa Temperar o chocolate?
 

A manteiga de cacau contida no chocolate possui cristais e como todos os tipos de gordura, esses cristais podem sofrer cristalização durante a mudança de estado líquido para o sólido.

Ela tem em sua estrutura 5 diferentes tipos de cristais (α1, α2, α3, α4 e β), cada qual com diferentes temperaturas de derretimento. Dentre eles, o cristal β é o mais estável de todos e proporciona ao chocolate as características desejáveis para este tipo de produto.

Portanto, realizar o derretimento e o resfriamento corretamente são técnicas indispensáveis para que todos os cristais da manteiga de cacau mantenham-se estáveis sem desencadear nenhum tipo de defeito para o chocolate.


Chocolate Temperável e não Temperável

 
Com o equipamento Super Coat é possível a utilização de diferentes tipos de chocolate.
- Chocolate Temperável: são os chocolates que dependem de qualidade e acabamento final impecáveis, isentos de defeitos, para não prejudicar a imagem do produto. São conhecidos como chocolates nobres: ao leite, amargo, blend (ao leite com meio amargo), amargo e branco. Para estes é fundamental a técnica da Têmpera para que o chocolate não derreta facilmente, tenha textura característica, isento de bolhas e manchas.
 
- Chocolate não Temperável: excluem a aplicação da têmpera, pois são os chocolates recomendados para coberturas e recheios. Para estas aplicações a ideia é que o chocolate seque rapidamente e tenha menor custo. São os conhecidos chocolate hidrogenado e fracionado.
 


Chocolate Fracionado, Hidrogenado e Puro


Apreciar um bom chocolate pode parecer uma tarefa simples, mas enganam-se aqueles que acham que chocolate é tudo igual. São diferentes tipos de chocolates, cada qual com suas características bem significativas. Muito se confunde sobre chocolate fracionado, hidrogenado e nobre, seguem abaixo as principais diferenças:
- Fracionado: chocolate fracionado possui em sua composição gordura vegetal, este tipo de produto é recomendado para utilização em coberturas, recheios e as famosas casquinhas ou cones trufados. Por sua textura mais fluída, recomendado para banhar as casquinhas e para aplicação de apenas uma camada, já que não possui sabor igual aos tipos mais nobres.
 
- Hidrogenado: chocolate em que parte da manteiga de cacau é substituída por óleo de soja, utilizado também para coberturas e recheios. Por conta de seu menor custo é amplamente utilizado tornando as receitas mais acessíveis por conter mais gordura do que chocolate em sua composição. É mais fácil de se trabalhar, contudo, pela maior quantidade de gordura vegetal, é bom tomar cuidado para que isto não acarrete num sabor desagradável característico de gordura vegetal.
 
Tanto os tipos hidrogenados quanto os fracionados são conhecidos por secarem rapidamente e dispensarem a técnica da temperagem, já que não são indicados para produtos que necessitam de brilho e demais qualidades específicas.
- Nobre: possui em sua composição alto percentual de manteiga de cacau, são os mais consumidos; ao leite, meio amargo, amargo, blend (mistura de chocolate ao leite com meio amargo) e branco. Para esse tipo de chocolate é totalmente indispensável a têmpera, já que esse tipo exige que o produto apresente brilho, textura adequada, isento de manchas e não derreta facilmente. 
 
 

Inovação e Criatividade


Uma das chaves do sucesso de qualquer empreendedor (seja de qualquer área) é a inovação, atentar-se às novidades que surgem a todo instante e lembrar que em muitos casos, as ideias mais simples são as mais aceitas e as que mais fazem sucesso. Uma das dicas é unir o útil ao agradável e se a inovação tiver um custo acessível, melhor será para o bolso do empreendedor.

Usar a criatividade para alavancar suas vendas é fundamental. E para auxiliar nesse quesito, a Finamac oferece ao público de chocolate a Cobrideira Super Coat.

Com este equipamento, você que já é empreendedor ou que pretende iniciar no ramo, poderá inovar na fabricação de chocolates. Além dos já conhecidos bombons, trufas, ovos de páscoa e tabletes, agora será possível cobrir biscoitos simples e amanteigados, bombas, bolos, tortas, cupcakes, frutas, suspiros, pipocas doces, cookies, decorar bombons, trufas, tabletes e ovos com fios de chocolate.

A criatividade somada à tecnologia empregada e as variadas capacidades de produção da Super Coat resultam numa maior gama de produtos disponíveis para a venda e maior lucro.
 


Suspiro e Pipoca com cobertura de chocolate


Dentre os itens citados acima, destaque para o suspiro e pipoca com cobertura de chocolate. Trata-se de uma ideia criativa de agregar valor a produtos simples e baratos.

Após a cobertura de chocolate basta uma embalagem bonita e transparente para valorizar o produto e atrair os clientes. O chocolate utilizado para fabricação desses produtos é do tipo Cobertura (Hidrogrenado e Fracionado) que dispensam a temperagem.



 


Frutas no palito: Solução para o verão

Uma solução viável para o verão e porque não saudável, são as frutas no palito com cobertura de chocolate. Aproveite a Super Coat para cobrir com chocolate do tipo cobertura: morangos, kiwi, banana, uva, manga, entre outras e apresente para seus clientes uma ideia refrescante e saudável.

 

Histórico Envie seu contato