O que é Pasteurização?

- Henrique Ciuffa - Marketing

O que é pasteurização?
A pasteurização é um tratamento térmico que elimina os micro-organismos patogênicos e reduz micro-organismos deteriorantes, necessária para toda a calda de sorvete quando utilizado leite e derivados, ou ovos e derivados.

Como ocorre o ciclo de Pasteurização?
O ciclo de pasteurização ocorre nos dois cilindros. No cilindro de cima ocorre o aquecimento, e no cilindro de baixo a calda será resfriada e automaticamente produzido o sorvete.

A Pasteurização é necessária e obrigatória?
Sim, a pasteurização é necessária por exigência de legislação (RDC 267 – ANVISA), tanto para a calda de picolé quanto para a calda de sorvete. Ela traz benefícios como: segurança alimentar garantida, maior rendimento de calda, melhoria de sabor, e outros.

Quais as vantagens da pasteurização?
A pasteurização promove maior homogeneização dos ingredientes, melhor quebra dos glóbulos de gordura, maior ativação dos estabilizantes e emulsificantes, bem como maior tempo de maturação

Porque aumenta o rendimento do sorvete?
Porque proporciona maior tempo de maturação, onde a liga neutra e o emulsificante vão agir e incorporar ar à calda.

Qual a diferença de uma calda pasteurizada para uma calda não pasteurizada?
A pasteurização, além de um tratamento térmico, beneficia a calda com uma melhor homogeneização dos ingredientes, promovendo um melhor sabor, com possibilidade de maior tempo de maturação, e ganho de 20% no rendimento da calda e produção, de acordo com a legislação

O processo de pasteurização é o mesmo para todas as pasteurizadoras?
Sim, para todas as máquinas da Finamac o processo de pasteurização respeita o ciclo requerido pela legislação, com parâmetros de tempo e temperatura equivalentes aos recomendados. Todas nossas máquinas possuem o ciclo automático.

O que significa ter um ciclo automático na pasteurizadora?
É a alternância das fases da pasteurização sem que o operador tenha que manusear o equipamento, ou seja, o operador vai dar o primeiro comando indicando a que temperatura a calda deve ser pasteurizada, iniciando a produção. Assim, quando a temperatura é atingida a calda permanecerá no tempo já programado e, em seguida, iniciará o resfriamento. Um diferencial é a entrada automática na etapa de maturação assim que o resfriamento acaba, mantendo a calda a 4°C, até o operador desligar o equipamento. Este sistema permite o inicio da pasteurização a noite, proporcionando uma calda já maturada no dia seguinte, pronta para inicio da fabricação do sorvete.

Parceiros