ROBOPOP 2 - Máquinas de Picolé

1ª Estação de trabalho para picolés - formas não saem da máquina!

Selo ETL Sanitation
Selo ETL Safety
Selo 100% Nacional
Selo Eficiência Energética
Selo Escolha sua Cor
Selo Não Usa Fluidos Inflamáveis
Selo Design Inovador
Selo Eco

Detalhes

Descrição

ROBOPOP 2

A mais inovadora produtora de picolés do mundo, agora em nova versão!
Este equipamento é produzido nos Estados Unidos e no Brasil

Produto certificado de acordo com a portaria Inmetro nº 371 de 29/12/2009
Certificado N.º: TÜV 18.1045


Produto certificado para Estados Unidos e Canadá sob normas UL (segurança elétrica) e NSF (sanitária)

 

Máquina desenhada para ser vista pelos clientes

Com design arrojado, permite produzir picolés à vista dos consumidores, com elegância visual e total higiene.
Pode ser fornecida em cores diversas para atender identidades visuais de redes de franquias ou lojas específicas.
Tampa superior em vidro temperado para visualização de seu interior, em operação ou mesmo desligada. Máquinas convencionais possuem tampas de plástico ou metal, que riscam facilmente e dificultam a visualização.

Grande variedade de picolés, alta produção

Produz os mais variados formatos e tamanhos de picolés, com recheios cremosos ou sólidos.
Picolés aerados também são feitos com eficiência, agradando ao consumidor por sua maciez e aumentando substancialmente a lucratividade do produto.
Único equipamento capaz de produzir mais de 300 (modelo Start) ou 800 (modelo Ultra) picolés por hora em regime contínuo e por tempo indeterminado, ocupando menos de 2 m² de espaço.

Produção de picolés em temperaturas extra baixas

Para evitar derretimento, picolés submetidos a banhos de chocolate quente ou com recheio açucarado em seu miolo, podem necessitar de congelamento até -30°C.
Picolés aerados também necessitam de muito frio para que as bolhas de ar não subam para sua parte superior. O mesmo ocorre com picolés que possuem granulados em sua composição, que tendem a decantar se o congelamento não for rápido.
Para que essas temperaturas possam ser atingidas utiliza-se um fluido especial que serve tanto para congelamento quanto para desmolde dos picolés.
Os fluidos utilizados em produtoras convencionais trabalham com boa eficiência até -20°C apenas.  
Este fluido especial usado na Robopop pode funcionar em temperaturas muito baixas com maior desempenho do que os fluidos convencionais. 
O resultado é uma produção de picolés muito mais rápida, limpa e eficiente.

Três tanques: congelamento, desmolde e reserva de fluido

Preenchidos com o mesmo fluido térmico, o tanque de congelamento é fortemente resfriado e o tanque de desmolde é levemente aquecido para que os picolés se soltem do molde. O tanque de reserva serve para efetuar o controle automático do nível de fluido.
Os três são interligados para que não haja perdas de fluido nem gotejamento no piso do estabelecimento, como ocorre com tanques de desmolde separados da máquina.
O espaço para desmolde é amplo e provido de mecanismos para extração dos picolés e escorrimento do molde após sua retirada do banho quente.
A realimentação do molde com nova mistura também é feita nesse espaço, dispensando mesas auxiliares para essas operações, comumente necessárias em máquinas convencionais.
No tanque de congelamento, vários jatos de fluido refrigerante são direcionados embaixo de cada molde, fazendo com que TODOS os moldes fiquem prontos ao mesmo tempo, com congelamento uniforme dos picolés dentro de cada molde. Isto é muito importante para produção de picolés com recheio.

Bandeja móvel para deslocamento dos moldes sobre os tanques - * Vendido Separadamente

Uma bandeja móvel deslizante desloca o molde que sai do tanque de desmolde para o tanque de congelamento, passando sobre os outros moldes. Isso evita que o molde realimentado com calda tenha que passar por fora da máquina para entrar no tanque de congelamento, o que molharia o piso do estabelecimento com gotas de fluido térmico em pouco tempo.
A bandeja deslizante não deixa que essas gotas de fluido caiam sobre os outros moldes já preenchidos com calda. Dessa forma, todo o processo de produção de picolés é feito dentro da Robopop, como uma estação completa de trabalho, sem necessidade alguma de levar os moldes para tanques de desmolde ou mesas para realimentação com calda.
Máquinas convencionais possuem tanques de desmolde fora da máquina e é necessário utilizar uma mesa para realimentar os moldes. Esta configuração de produção desperdiça o fluido térmico com frequentes gotejamentos, além de deixar o piso perigosamente escorregadio.

 

Moldes de picolés 100% imersos em fluido congelante

Ao retirar um molde de picolés do tanque de congelamento para ser imerso no tanque de desmolde, o nível do fluido congelante é automaticamente elevado para que os moldes restantes permaneçam sempre 100% banhados, evitando congelamento lento e irregular do produto, muito comum em máquinas convencionais.
É possível utilizar apenas um ou dois moldes, dependendo da quantidade de picolés a ser produzida, sendo que o nível do fluido sobe ou desce automaticamente, sem necessidade de adição ou drenagem manual.
A reposição de fluido não precisa ser feita a todo momento como em máquinas convencionais, uma vez que o tanque de reserva funciona como "pulmão" desse fluido e sensores de nível avisam quando é necessário enchê-lo.
A água que eventualmente entra no tanque de congelamento pela umidade do ar, é absorvida por uma pequena quantidade de um segundo fluido, exclusivo para esta função, que pode ser drenado e reposto separadamente de tempos em tempos. Desta forma, não há possibilidade de formação de gelo, que poderia retardar ou bloquear a circulação do fluido entre os moldes de picolés.
Um filtro de fácil desmontagem e limpeza é posicionado num dos tanques para garantir que o fluido opere sempre livre de impurezas.

Produção 100% dentro de normas de segurança e sanitárias

Conjunto e componentes são aprovados em testes de segurança elétrica, contra incêndios, má operação, uso além dos limites e todas as situações que podem provocar danos ao operador e ao ambiente.
Tanques e demais partes do equipamento com todos os cantos arredondados, evitando acúmulo de resíduos alimentares.
Aço inoxidável e plásticos de grau alimentício são utilizados em todos os pontos onde há contato direto com o alimento.
Sistema de drenagem completa dos tanques, com torneiras de fácil acesso.
Conjunto 100% lavável com jato d’água, interna e externamente.

Botões touch com avisos de produção e manutenção

Painel frontal em vidro temperado, com display gráfico e botões touch que operam um moderno sistema eletrônico de controle para fácil configuração e visualização de:
- Temperaturas de congelamento e desmolde.
- Tempos de produção de picolés e número de horas de funcionamento do equipamento.
- Alertas de manutenção periódica: fluidos, filtros, refrigeração, elétrica.
- Alertas de ocorrências: níveis baixos de fluidos, refrigeração insuficiente, sistemas de operação.

Gabinete monobloco em fibra de vidro especial

Moldado em peça única, sem qualquer emenda, elimina pontos de acúmulo de resíduos e possibilita curvas e detalhes harmoniosos visulamente atraentes, impossíveis de serem obtidos nas máquinas convencionais feitas somente com chapas dobradas.
A fibra de vidro também aumenta a capacidade de conservação de temperaturas do equipamento, economizando até 10% da energia consumida por máquinas convencionais feitas somente com aço inoxidável.
A resistência mecânica do monobloco em fibra de vidro também aumenta substancialmente quando comparada às máquinas convencionais, feitas com várias peças parafusadas.
A fibra de vidro ainda é quimicamente resistente aos detergentes, solventes e raios ultra violeta (sol), além de ser atóxica no contato com alimentos.
A parte inferior do equipamento é composta de estrutura em aço inoxidável que suporta ambientes úmidos e permite a livre passagem do ar para refrigeração.

Chaparia sem dobras e sem parafusos

Novidade absoluta, as chapas de aço inoxidável que fecham o gabinete de fibra não possuem dobras nem pontos de acúmulo de resíduos e são fixadas na máquina por sistema magnético, sem uso de qualquer parafuso, facilitando tremendamente a desmontagem e limpeza.
São acomodadas no gabinete sobre perfiis de borracha, que elimina vibrações e servem de vedação do conjunto até contra jatos d’água.

Refrigeração tropicalizada e econômica

Máquina preparada para trabalhar também em temperaturas e umidades elevadas, como lojas sem ar condicionado próximas ao mar, por exemplo.
Produtoras de picolés convencionais dificilmente suportam operar em ambientes sem ar condicionado.
A carenagem aerodinâmica do conjunto diminui perdas no fluxo de ar que passa embaixo da máquina, onde estão localizados trocadores de calor de alta eficiência energética que proporcionam até 20% de economia de energia em relação às máquinas convencionais.
Gás e componentes de refrigeração 100% ecológicos.

 

* Os equipamentos com condensação a ar podem ter sua produção reduzida de 10% a 50%, para temperaturas ambientes acima de 28ºC.
* A produção do equipamento depende das condições climáticas e de instalação dos locais em que a máquina estará situada.
* Tensões mais baixas (208V) reduzem a produção do equipamento em 10% ou mais. Tensões mais altas (240V) aumentam a produção.
* Operação em 50 Hz reduz a capacidade de produção em em 20% ou mais.
* Quanto maior o volume e peso do picolé a ser produzido, menor a velocidade de produção. Paletas Mexicanas de 130 ml são as mais demoradas para serem produzidas.
* Operando em temperaturas em torno de -30°C a produção horária pode cair mais de 50%.

Vantagens

Negócio de menor investimento e maior taxa de retorno dentro do ramo alimentício.
Possibilita iniciar em qualquer lugar pois funciona com energia elétrica monofásica ou trifásica.
Não requer conhecimento prévio sobre fabricação de picolés. Cursos básicos e rápidos são dados na Finamac.
Fácil de operar, fácil de instalar, fácil de transportar.
Manutenção simples, pode ser prestada por um técnico comum de geladeira doméstica.
Pequeno espaço ocupado, apenas 40% da área normalmente ocupada por equipamento convencional equivalente.
Maior velocidade de produção entre equipamentos convencionais equivalentes.
Menor custo de energia por picolé produzido devido à baixa perda térmica do tanque, à eficiência do sistema frigorífico e distribuição do fluido congelante embaixo dos moldes.
Valor de revenda garantido por se tratar de equipamento compacto de alta produção e provido de tecnologia de ponta embarcada com todos os sistemas de controle incluídos. Trata-se de um módulo de produção de picolés de alta eficiência e baixo custo quando comparado a equipamentos convencionais.
Última palavra em tecnologia de produção de picolés. Não existe equipamento no mercado com as inovações da Robopop.

Dados técnicos

Detalhes Técnicos
Consumo de energia elétrica Start: 6 kW. Ultra: 10 kW.
Instalação Elétrica Start: 208-240 V, Monofásico, 50/60 Hz. Ultra: 208-240 V, Monofásico ou Trifásico, 50/60 Hz.
Dimensões
Dimensões do engradado Frente x Altura x Lateral (mm). Start: 1415 x 1418 x 1175. Ultra: 2030 x 1418 x 1175.
Dimensões do equipamento Frente x Altura x Lateral (mm). Start: 1165 x 1015 x 974. Ultra: 1780 x 1015 x 974.
Peso
Peso Bruto, com engradado Start: 190 kg. Ultra: 325 kg.
Peso líquido Start: 155 kg. Ultra: 230 kg.
Produção
Capacidade de produção Start: 280-320 picolés por hora ou 150-200 Paletas Mexicanas. Ultra: 700-900 picolés por hora ou 500-700 Paletas Mexicanas.
Condensação Start: Ar. Ultra: Água ou ar.

Sugestão de uso

A quem se destina

Pequenos e médios empreendedores, que estejam iniciando ou crescendo no ramo, ou profissionais que desejam aumentar sua produção de forma modular, acoplando mais de um equipamento à medida que aumenta a necessidade de produção.
Para quem precisa atingir padrão de qualidade de picolé industrial, mesmo que em pequenas quantidades, com ciclo de produção controlado.
Sorveterias/Picoleterias de rua ou shoppings, pequenas indústrias de picolés, pequenos pontos de venda e diversos tipos de lojas de alimentos podem facilmente colocar um equipamento destes em seu estabelecimento, com um simples treinamento do operador.
Pelo seu design inovador e por suas características técnicas apuradas, o picolé de alta qualidade produzido pela Robopop e a forma como é apresentado atendem os mais exigentes consumidores do mercado em locais de elevado padrão.

Sugestões

Robopop Start + 1 Mixer 15 + 1 PP60. Produção de 300-350 picolés por hora.
Para produção de picolés aerados (ice cream bar): 1 Robopop Start + 1 Ice Clean ou Super C + 1 Unmold Machine para banho de chocolate.
5 máquinas Robopop Start lado a lado + Turbo doser + Aligner. Ligadas ao mesmo tempo podem produzir até 1500 picolés por hora. Em época de baixa venda, somente um ou dois equipamentos são acionados.
Robopop Ultra + 1 Mixer 15 + 1 PP60. Produção até 900 picolés por hora.
Para produção de picolés aerados (ice cream bar): 1 Robopop Ultra + 1 Ice Clean ou Super C + 1 Unmold Machine para banho de chocolate.
2 máquinas Robopop Ultra lado a lado + Turbo Doser + Aligner. Ligadas ao mesmo tempo podem produzir até 1800 picolés por hora. Em época de baixa venda, somente um equipamento pode ser acionado.

Dicas

FABRICAÇÃO DE PICOLÉS

MERCADO DE PICOLÉS

Histórico

Parceiros